post-title Recém nascidos com mancha na pele http://i1.wp.com/www.drdiegobiella.com.br/wp-content/uploads/2016/06/meu-beb-tem-uma-mancha-na-pele_A.jpg?fit=650%2C300 2016-06-13 13:21:42 yes no Postado por

Recém nascidos com mancha na pele

  Os recém-nascidos podem apresentar frequentemente angiomas, que são manchas vermelhas na pele que podem estar já presentes no nascimento ou aparecer mais tarde. As manchas de cor salmão também conhecidas como ‘bicadas da cegonha’ ou ‘beijo de anjo’ são as que aparecem nas pálpebras, no rosto (beijo de anjo), nos lábios, no meio da […]

Postado por

 

meu-bebê-tem-uma-mancha-na-pele A

Os recém-nascidos podem apresentar frequentemente angiomas, que são manchas vermelhas na pele que podem estar já presentes no nascimento ou aparecer mais tarde. As manchas de cor salmão também conhecidas como ‘bicadas da cegonha’ ou ‘beijo de anjo’ são as que aparecem nas pálpebras, no rosto (beijo de anjo), nos lábios, no meio da testa e na nuca. Antes, existia a crença popular de associá-los aos desejos da gestante não satisfeitos, mas agora sabemos que são angiomas planos e que podem desaparecer em alguns meses sem maior problema. As únicas que não desaparecem são as manchas de cor salmão da nuca, mas ao ficarem cobertas pelo cabelo não são vistas.

Os angiomas planos mais extensos são malformações vasculares, que aparecem desde o nascimento e que necessitam um acompanhamento maior porque para eliminá-los são necessários remédios ou tratamentos com laser. Por outro lado, os hemangiomas em morango que são elevados e que são mais frequentes no rosto não podem causar problemas a não ser estéticos. Ainda que no início cresçam, o normal é que vão desaparecendo muito lentamente. Aos dois anos de vida do bebê, a maioria já tenha desaparecido, ou pelo menos tenha começado sua regressão na zona central. Em casos complicados se pode realizar um tratamento com laser, corticóides e cirurgia.

Outra mancha que pode aparecer em recém-nascidos é a mancha mongólica (ou ardósia), que tem uma cor azulada e que normalmente se localiza na região lombar ou nas nádegas. É mais frequente em crianças de pele escura e pode desaparecer em uns meses. Não tem nenhuma relação com a Síndrome de Down, mas com os habitantes da Mongólia, que são os que apresentam essas manchas com mais frequência.

Fonte: Guiainfantil.com

Deixo as formalidades de lado e me apresento em algumas palavras:

Sou Diego Biella, ainda criança depois de sonhar em ser jogador de futebol, aliás como todo menino, resolvi que seria médico. Me formei na Universidade de Alfenas e logo me encantei pelos choros, risos e pela dificuldade de uma consulta pediátrica. Quando a criança está doente mas não sabe falar o que sente, a febre aparece sem nenhum outro sintoma e após um tratamento bem sucedido o sorriso sincero e inocente, pra mim é a melhor das recompensas.

Cometários