post-title “Sapinho” Saiba mais sobre candidíase em bebês http://i1.wp.com/www.drdiegobiella.com.br/wp-content/uploads/2016/11/b2ca338e3f48a1e26911fbdd56cd2bc8-315_210.jpeg?fit=315%2C210 2016-11-17 13:52:47 yes no Postado por

“Sapinho” Saiba mais sobre candidíase em bebês

A candidíase provoca lesões na boca pela infecção da mucosa bucal (muguet), aparecendo lesões embranquecidas  parecidas a grãos de sêmola. Também pode afetar a zona das fraldas. Na boca é popularmente chamada no Brasil de “sapinho”, acometendo principalmente crianças. Causas da candidíase em crianças e bebês: A candidíase é causada por um fungo chamado Candida […]

Postado por

A candidíase provoca lesões na boca pela infecção da mucosa bucal (muguet), aparecendo lesões embranquecidas  parecidas a grãos de sêmola. Também pode afetar a zona das fraldas. Na boca é popularmente chamada no Brasil de “sapinho”, acometendo principalmente crianças.

Causas da candidíase em crianças e bebês:

A candidíase é causada por um fungo chamado Candida albicans. A Candida albicans está entre os muitos organismos que vivem na boca e no sistema digestivo humano. Sob circunstâncias normais, a Candida albicans pode ser encontrada em 80% da população humana sem que isso implique em quaisquer efeitos prejudiciais a sua saúde, embora o excesso resulte em candidíase.

Quando a resistência à infecção é baixa, o fungo pode crescer, levando a que apresentem lesões na boca e na língua.

O fungo Candida albicans, que é muito propagado na natureza, pode alojar-se nos bicos das mamadeiras e contagiar o bebê. Outra forma de contágio pode ser durante a passagem do bebê pelo canal do parto, se a mãe sofre de uma vaginite candidiásica.

055a2c6b32c189ad432e755a57c455a5-315_210
Circunstâncias que podem reduzir a resistência à infecção e aumentar as probabilidades de desenvolver candidíase bucal:

– Tomar antibióticos ou usar medicamentos esteróides.

– Ter infecção pelo HIV ou AIDS.

– Receber quimioterapia para o câncer ou medicamentos imunosupressores depois de um transplante de um órgão.
Sofrer de diabete.

– A candidíase bucal se observa comumente em bebês e não se considera anormal neles, a menos que dure por mais de duas semanas. A Candida albicans também pode causar infecção por leveduras na vagina das meninas.

Tratamento da candidíase em crianças e bebês:

O tratamento para a candidíase em bebê pode ser feito com aplicação de um antifúngico em forma de liquido, creme ou gel, na região infectada da boca.

Para evitar o sapinho no bebê é importante lavar as mãos antes de mexer no bebê, não beijar na boca, esterilizar chupetas, mamadeiras e talheres, por exemplo. Além disso, a aplicação de um creme antifúngico nos mamilos da mulher que amamenta é uma forma de tratamento para evitar e que a candidíase passe do seio da mãe para o bebê.

Aos primeiros sinais de pontos brancos que podem formar placas semelhantes a resto de leite, que surgem na língua, gengiva, parte interna das bochechas, céu da boca e lábios da criança, procure o pediatra.

 

Fonte: guiadobebe.com.br

 

Deixo as formalidades de lado e me apresento em algumas palavras:

Sou Diego Biella, ainda criança depois de sonhar em ser jogador de futebol, aliás como todo menino, resolvi que seria médico. Me formei na Universidade de Alfenas e logo me encantei pelos choros, risos e pela dificuldade de uma consulta pediátrica. Quando a criança está doente mas não sabe falar o que sente, a febre aparece sem nenhum outro sintoma e após um tratamento bem sucedido o sorriso sincero e inocente, pra mim é a melhor das recompensas.

Cometários