post-title A cor da urina e a saúde da criança http://i0.wp.com/www.drdiegobiella.com.br/wp-content/uploads/2017/01/bebe1.jpg?fit=289%2C356 2017-01-16 13:52:22 yes no Postado por

A cor da urina e a saúde da criança

Alguma vez você se assustou ao ver que o xixi do seu filho tinha uma cor mais intensa? Ou avermelhada? Ou talvez esverdeada? Tudo tem a sua explicação. A cor da urina também. Você se surpreenderá que com frequência está relacionado com os alimentos e bebidas que a gente ingere. No caso das crianças acontece […]

Postado por

Alguma vez você se assustou ao ver que o xixi do seu filho tinha uma cor mais intensa? Ou avermelhada? Ou talvez esverdeada? Tudo tem a sua explicação. A cor da urina também. Você se surpreenderá que com frequência está relacionado com os alimentos e bebidas que a gente ingere. No caso das crianças acontece a mesma coisa.

De acordo com a quantidade de líquido que você bebe, a comida que inclui na sua dieta, os medicamentos que você toma ou se tem alguma infecção, o xixi pode mudar de tonalidade e inclusive de cor. Você quer saber que cores pode ter a urina e quais são as possíveis causas? Aqui a gente apresenta algumas delas.

10 cores e alterações da urina e suas causas

o-que-nos-diz-a-cor-da-urina-saúde-crianças A

1. Transparente: Quando a urina é praticamente transparente é porque o organismo tem recebido muita água, talvez muita água em demasia. Estar hidratado é básico, mas, tomar água em demasia não faz favor algum ao nosso organismo.

2. Amarelo claro: É a cor normal da urina. Assim deve ser. Sinal que os órgãos funcionam de forma correta e de que o corpo está perfeitamente hidratado.

3. Amarelo escuro: Segundo a hidratação do corpo, esse tom muda e escurece. Se o xixi é amarelo escuro é um sintoma de que falta algo de hidratação, ainda que não seja severa, mas leve. Significa que você deveria beber um pouco mais de água.

4. Cor mel ou cor âmbar: É sinal de que começa a existir desidratação. O corpo já necessita ainda mais de água.

5. Marrom claro: Existe risco de desidratação severa. Dê água ao seu filho com urgência e se os sintomas persistirem você deve levá-lo ao médico.

6. Cor rosada ou avermelhada: Essa cor é a que mais assusta, sem dúvida. As causas podem ser várias e ser desde um simples efeito por comer alimentos como a beterraba ou o ruibarbo, ou pode mostrar presença de sangue na urina. Se você não comeu ou tenha dado ao seu filho algum desses alimentos, pode ser a segunda causa. No caso em que seja pela presença de sangue na urina o médico deve ser consultado, já que podem existir muitas causas, desde uma infecção urinária até um tumor. A presença de sangue na urina nos alerta que possa haver um problema na bexiga, nos rins, de próstata ou na uretra.

7. Laranja: O xixi de cor laranja está relacionado com várias causas. Pode ser sinal de que o seu filho necessita beber mais água, ou talvez seja um sinal de algum problema hepático ou biliar. No entanto, também pode ser que a comida que você tenha dado ao seu filho tivesse muitos corantes alimentares.

8. Azul ou esverdeado: Nesse caso sim, é muito estranho. A cor azul-esverdeada na urina está relacionada com uma estranha doença genética, mas também com a presença de bactéria no trato urinário. Ou talvez, algo que você comeu e que tinha um corante alimentar com essa tonalidade. Alguns medicamentos também mudam a cor da urina a essa tonalidade. Ainda que não seja grave convém que você consulte o médico.

9. Urina espumosa: Se for ocasional não implica nenhum problema. É simplesmente pela pressão ou a força da urina. No entanto, se persistir com o tempo, pode indicar um excesso de proteínas no organismo ou um problema renal. No caso de que não seja pontual, você deve consultar o médico.

10. Urina com cheiro forte: Muitos alimentos, como os aspargos, podem mudar o cheiro da urina. Não acontece nada, é só um efeito dos alimentos que você tem ingerido. Não indica nenhum problema de saúde.

Fonte consultada: Clínica Cleveland (Ohio, EUA)

Estefanía Esteban/Redatora de GuiaInfantil.com

Deixo as formalidades de lado e me apresento em algumas palavras:

Sou Diego Biella, ainda criança depois de sonhar em ser jogador de futebol, aliás como todo menino, resolvi que seria médico. Me formei na Universidade de Alfenas e logo me encantei pelos choros, risos e pela dificuldade de uma consulta pediátrica. Quando a criança está doente mas não sabe falar o que sente, a febre aparece sem nenhum outro sintoma e após um tratamento bem sucedido o sorriso sincero e inocente, pra mim é a melhor das recompensas.

Cometários